Feifar encaminha solicitação para registrar norma coletiva

The Perfect Gifts ,fashion and popular,Women’s Accessories,Earrings ,Bracelet,Necklaces ,Charms, RiNG ,Best Silver Jewelry ,Cheap gift, Cheap Jewelry ,Special Offer Gift .To friend , To me ,Give it to her . Abcdef shop, The Best Choice

Feifar sorteia anuidades 2017 para farmacêuticos do Rio de Janeiro

Na tarde da última quarta-feira (5), durante o I Ciclo de Debates dos Farmacêuticos do Rio de Janeiro, a Feifar sorteou duas anuidades 2017 do Conselho Regional de Farmácia. Os dois ganhadores foram os farmacêuticos Leandro Farias e Camila Helena Campos dos Santos.

Participaram do evento, representantes do Sindicato dos Farmacêuticos e do Conselho Regional de Farmácia, e mais de 40 farmacêuticos. O evento ocorreu no Auditório da Caixa Econômica Federal, na avenida Almirante Barroso, 25 no centro do Rio de Janeiro.

Além dos sorteios, foram tratados diversos assuntos que envolvem a valorização profissional dos farmacêuticos. Esclarecimentos sobre negociação de convenções coletivas, piso salarial, descontos indevidos e assédio moral no trabalho. Os farmacêuticos ficaram sensibilizados para a necessidade de união das entidades e que todos devem contribuir para o crescimento da categoria.

Outro assunto tratado foi a tentativa isolada de impedir a realização do evento por alguns colegas farmacêuticos que tentaram intimidar a participação de diretores do sindicato local. Os presentes caracterizaram tais tentativas como um completo absurdo e pediram providencias para que essas práticas não aconteçam mais no estado do Rio de Janeiro e nenhum outro lugar.

A iniciativa da Feifar vem contribuir com a categoria farmacêutica. Ao fazer o sorteio das anuidades nesse evento, a Feifar retorna para a categoria o valor da contribuição sindical que é paga todos os anos pelos profissionais. A Feifar pretende levar essa iniciativa para todos os estados do País. Oportunidade em que fará a ampliação da sua base territorial.

Da redação

Moradores de Barra do Piraí, RJ, pedem reabertura de farmácia popular

Moradores do distrito da Califórnia, em Barra do Piraí, no Sul do Rio de Janeiro, estão pedindo a reabertura de uma farmácia popular, fechada desde 2013. Ela atendia 12 bairros, onde vivem aproximadamente 25 mil pessoas. “Se eu for comprar na farmácia comum, vou gastar uma média de R$ 150 a R$ 140. Na farmácia popular eu gasto uns R$ 25”, disse a aposentada Maria Aparecida Silva.

Com a farmácia fechada, quem depende dos remédios fornecidos pela unidade precisa ir até Volta Redonda ou até o Centro de Barra do Piraí. “Quando a gente chega na farmácia de Volta Redonda para comprar um remédio com uma receita de Barra do Piraí fica um clima constrangedor. Os moradores não sabem se vão ser bem atendidos ou não “, reclamou o aposentado Heleno Benfica.

Em junho de 2015, o RJTV mostrou a reclamação dos moradores. Na época, a prefeitura respondeu que negociava a reabertura com os governos estadual e federal, mas não deu um prazo para a solução.

“A gente já mandou ofício, procurou vereadores. Ninguém deu solução para a gente, não. O que foi passado é que o governo federal não está repassando a verba para manter a farmácia”, disse o motorista André Luiz Guimarães;

A prefeitura de Barra do Piraí disse à produção do RJTV que depois do fechamento das farmácias populares do governo do estado, a rede particular supriu essa função com o programa “Farmácia Popular”, do governo federal, onde os remédios do programa são disponibilizados sem custo aos moradores, nas lojas conveniadas.

Fonte: G1 Rio de Janeiro