Prefeitura garante pagamento à Santa Casa

Por: admin | 13/01/2017

Em reunião na manhã desta quinta-feira (12), na Prefeitura Municipal de Campo Grande, o atual prefeito, Marquinhos Trad, assinou um termo aditivo junto com o presidente da Santa Casa, Dr. Esacheu Nascimento, garantindo o repasse do recurso em atraso para pagamento dos salários dos funcionários do mês de dezembro de 2016. O prefeito se comprometeu em repassar R$ 18 milhões dos R$ 20 milhões previstos em contrato com a instituição entre hoje e amanhã.

O termo tem validade de até 90 dias e foi firmado a fim de garantir os salários referente aos meses de janeiro, fevereiro e março. A previsão é de que neste período seja assinada a nova contratualização da Santa Casa. Os R$ 2 milhões que ficaram pendentes não puderam ser efetuados segundo o secretário municipal de finanças, Pedrossian Neto, por questões burocráticas.

Sobre os R$ 3,2 milhões em atraso do mês de novembro, o prefeito de Campo Grande explicou que a administração passada não deixou os recursos empenhados e que a prefeitura não tinha autorização legal para efetuar o pagamento. Segundo Marquinhos Trad, a nova administração está trabalhando para que o repasse de novembro seja pago dentro do prazo de 90 dias.

A direção da Santa Casa, que havia recorrido à Justiça para receber os recursos do mês de novembro de 2016, anunciou que irá retirar o processo contra a prefeitura em função do acordo firmado.

“Ganhamos a questão na Justiça, que autorizou o pagamento por parte da prefeitura, mas o processo será extinto já que o atual prefeito se comprometeu fazer o repasse de tudo que ficou pendente na gestão do seu antecessor”, disse o presidente da Santa Casa, Dr. Esacheu Nascimento.

Estavam presentes na reunião o presidente do Siems (Sindicato dos Trabalhadores da Área de Enfermagem), Lázaro Santa, o presidente do SinMed/MS (Sindicato dos Médicos de Mato Grosso do Sul), Dr. Valdir Shigueiro Siroma, a vice-presidente do Sintesaúde/MS (Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Mato Grosso do Sul), Clotilde Marques, o presidente do Sindicato dos Farmacêuticos de Mato Grosso do Sul, Luiz Gonçalves Mendes Júnior e o diretor técnico do hospital, Dr. José Roberto de Souza.

“Queremos continuar com essa parceria para que consigamos atender com qualidade e dignidade os pacientes que nos procuram”, finalizada Esacheu Nascimento. Atualmente a Santa Casa recebe em torno de R$ 20 milhões, sendo R$ 4,5 do Município, outros R$ 2,5 do Estado e pouco mais de R$ 13 milhões do governo Federal.”

Fonte: A Critica

Gostou dessa matéria?! Use os botões de compartilhamento.

Deixe seu comentário



Artigos

Twitter

Logo Feifar-3_branco

FEDERAÇÃO INTERESTADUAL DE FARMACÊUTICOS

CNPJ 03.297.311/0001-52 CÓDIGO SINDICAL 012.517.00000-1

SEJA FILIADO A FEIFAR