O trabalhador hipersuficiente e a liberdade para a negociação de seus contratos de trabalho.

O Direito do Trabalho possui como um de seus “pilares de sustentação” o Princípio da Proteção, através do qual se reconhece a existência de uma histórica relação de desigualdade de forças entre “patrão” e empregado, reivindicando, por isso, a necessidade de correção desta distorção mediante a proteção do trabalhador – parte hipossuficiente e mais vulnerável.Continuar lendo “O trabalhador hipersuficiente e a liberdade para a negociação de seus contratos de trabalho.”