Rio Saúde retifica novo Processo Seletivo com 41 vagas

A Empresa Pública de Saúde do Rio de Janeiro S/A (Rio Saúde) anuncia a realização de um novo Processo Seletivo, que tem por objetivo o preenchimento de 41 vagas destinadas à contratação de profissionais, a fim de atuarem na rede de atenção psicossocial. Conforme o documento (retificação I), foram realizadas alterações no tópico de remuneraçãoContinuar lendo “Rio Saúde retifica novo Processo Seletivo com 41 vagas”

Farmacêuticos, adicional de insalubridade e a pandemia

Farmácias também são estabelecimentos destinados aos cuidados da saúde humana, e, por este motivo, os profissionais envolvidos nesses procedimentos, devem ser cuidados igualmente e ter os mesmos direitos de seus pares que se ativam em hospitais, clínicas de saúde, etc Há uma forte tendência jurisprudencial em reconhecer aos farmacêuticos o direito de receber adicional deContinuar lendo “Farmacêuticos, adicional de insalubridade e a pandemia”

Inscrições Abertas: Curso Gestão do Cuidado Farmacêutico na Atenção Básica

O Hospital Alemão Oswaldo Cruz (HAOC), o Ministério da Saúde e o Conasems, por intermédio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), abriu inscrições para o processo seletivo de aluno(a) para o Curso Gestão do Cuidado Farmacêutico na Atenção Básica – 1ª edição. O curso conta com 500 vagasContinuar lendo “Inscrições Abertas: Curso Gestão do Cuidado Farmacêutico na Atenção Básica”

FEIFAR requer adicional de insalubridade para profissionais de farmácias e drogarias

Na tarde desta quarta-feira (10), a Federação Interestadual dos Farmacêuticos protocolou requerimento na Secretaria do trabalho do Ministério da Economia, requerendo a inclusão das farmácias e drogarias no rol de estabelecimentos com atividades e operações insalubres, previstos no anexo XIV da Norma Regulamentadora nº 15, que trata da matéria. O requerimento foi encaminhado ao SecretárioContinuar lendo “FEIFAR requer adicional de insalubridade para profissionais de farmácias e drogarias”

MPE ALEGA IMPEDIMENTO PARA A CRIAÇÃO DO CARGO DE FARMACÊUTICO

Na manhã desta quarta-feira (10), o Ministério Público do Estado do Tocantins encaminhou ofício resposta ao Sindicato dos Farmacêuticos, indeferindo o pedido de criação do cargo de Analista Ministerial Farmacêutico. Leia mais em http://www.sindifato.com.br/mpe-alega-impedimento-para-a-criacao-do-cargo-de-farmaceutico/ A Entidade sindical havia encaminhado ofício ao MPE/TO para que os Farmacêuticos pudessem compor o quadro de Analistas, uma vez queContinuar lendo “MPE ALEGA IMPEDIMENTO PARA A CRIAÇÃO DO CARGO DE FARMACÊUTICO”

INSALUBRIDADE PARA FARMACÊUTICOS DE DROGARIAS

Com a pandemia do novo coronavírus, o ADICIONAL DE INSALUBRIDADE voltou a ser discutido pela categoria farmacêutica, principalmente aqueles que trabalham em farmácias e drogarias de todo País. O anexo 14 da NORMA REGULAMENTADORA Nº 15 do antigo Ministério do Trabalho e Emprego, descreve as atividades que envolvem agentes biológicos, cuja insalubridade é caracterizada pelaContinuar lendo “INSALUBRIDADE PARA FARMACÊUTICOS DE DROGARIAS”

RONDÔNIA: TRT 14ª REGIÃO PRORROGA DATA BASE AS DROGARIAS

Na última sexta feira (5), a Desembargadora MARIA CESARINEIDE DE SOUZA LIMA, Presidente do TRT da 14ª Região, acatou o pedido de prorrogação da vigência da convenção coletiva de trabalho dos Farmacêuticos do segmento do comércio varejista de produtos farmacêuticos no Estado de Rondônia. Com essa decisão, a norma coletiva terá mais 30 dias paraContinuar lendo “RONDÔNIA: TRT 14ª REGIÃO PRORROGA DATA BASE AS DROGARIAS”

FARMACÊUTICOS, ADICIONAL DE INSALUBRIDADE E A PANDEMIA

Há uma forte tendência jurisprudencial em reconhecer aos farmacêuticos o direito de receber adicional de insalubridade, especificamente, para aqueles que se ativam em farmácias e em drogarias, com aplicação de injetáveis. Em geral, decisões judiciais, amparadas em laudos (e a grande maioria dos peritos, assim vem entendendo), baseiam-se na redação do anexo 14 da NRContinuar lendo “FARMACÊUTICOS, ADICIONAL DE INSALUBRIDADE E A PANDEMIA”

TCDF investiga falta de farmacêuticos em hospitais e UBSs.

O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) investiga a falta de farmacêuticos na rede pública de saúde e o funcionamento de farmácias sem os profissionais, o que é proibido por lei. Segundo representação analisada pela Corte de Contas, hoje existe um déficit de 1.315 profissionais da área, em toda a capital, para atuar emContinuar lendo “TCDF investiga falta de farmacêuticos em hospitais e UBSs.”

Cerca de 12% dos farmacêuticos da Saúde de Palmas estão com a covid-19.

Cerca de 12% dos farmacêuticos da Secretaria Municipal de Saúde de Palmas foram diagnosticados com a covid-19 recentemente, segundo o sindicato da categoria no Tocantins, o Sindifato. A pasta conta com 34 profissionais da área. Conforme o sindicato, os profissionais que testaram positivo para a doença foram afastados do serviço, o que gerou sobrecarga deContinuar lendo “Cerca de 12% dos farmacêuticos da Saúde de Palmas estão com a covid-19.”